quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

SOBRE O ENIGMA IGARAPEGRANDENSE E UMA INSINUAÇÃO MALDOSA E IMBECIL



No ano passado (2018), após anos de tradição, NÃO HOUVE O ENIGMA IGARAPEGRANDENSE, uma bateria especial da popular Gincana do aniversário da cidade. Não tive conhecimento de nenhuma justificativa para tal coisa e aguardei o tempo passar (embora, pelos estranhos fatos do ano anterior, 2017, eu tivesse certas suspeitas).

Que estranhos fatos do ano anterior?

Bem, a seguir elencarei alguns dos fatos que chamaram minha atenção logo após a conclusão da Gincana Igarapegrandense 2017:

1 - Estava claro desde o inicio que, diferente de outros tempos, havia claramente uma questão política por trás do que era pra ser apenas uma saudável competição entre jovens;

2 - Era o inicio de uma nova gestão, e a disputa política no ano anterior tinha sido muito acirrada, mas do que em todas as outras épocas, que eu me lembre;

3 - Como a comissão organizadora da Gincana era (quase) completamente formada por pessoas intimamente ligadas à nova gestão municipal, era evidente (e natural) que tal comissão torcesse para que uma das equipes (a mais ligada ao grupo político vencedor) fosse a campeã;

4 - Como tal não sucedeu (e a equipe, considerada adversária, ganhou), a comissão organizadora não conseguiu esconder a insatisfação e frustração;

5 - Como geralmente acontece, todos os anos eu contribuo na Gincana com a elaboração de um enigma (até costumo dizer, em tom de brincadeira: "é a única prova que não há perigo de vazamento, pois somente uma pessoa conhece a resposta" - e não registro a resposta nem em meu computador);

6 – Em 2017, tão logo foi divulgado que uma equipe havia decifrado o enigma do ano, fui procurado por dois líderes (das outras equipes), que me abordaram, deixando transparecer claramente uma certa irritação. Eles queriam detalhes de COMO A OUTRA EQUIPE HAVIA DECIFRADO o enigma e, pude deduzir por suas palavras e expressões (e não sou leigo no assunto), que havia uma suspeita no ar de que eu, de alguma forma, havia facilitado (ou vazado) pra outra equipe.

Ou seja, pairava sobre mim a infame suspeita de desonestidade. Não me senti nem um pouco satisfeito com tais insinuações, mas resolvi não dar importância ao caso;

7 - Todos os anos, independente se tenho certeza se haverá gincana ou não, preparo algum (ou alguns) enigma e aguardo a comissão organizadora entrar em contato comigo - é algo que tenho prazer em fazer, sem exigir nada em troca. E no ano de 2018 não foi diferente. Entretanto, no inicio da segunda semana do ano, chegou ao meu conhecimento que:

a) ou não haveria o enigma na gincana de 2018;

b) ou o tal SERIA ELABORADO POR ALGUÉM DE FORA - provavelmente da capital, São Luís;

8 - Fiquei chocado com tal boato, pois parecia confirmar o que eu já suspeitava desde o ano de 2017 - QUE ALGUNS DOS MEUS CONTERRÂNEOS ESTAVAM SUSPEITANDO DO MEU CARÁTER;

9 - É claro que, se algum tempo antes, alguém da comissão organizadora tivesse entrado em contato comigo, me informando que gostariam de fazer uma experiência nova, etc., eu não me sentiria ofendido. Penso que alguém que contribuiu para uma certa brincadeira durante anos merecia um pouco mais de respeito e não ser descartado de forma tão vil, sob a suspeita de MENTIROSO e DESONESTO;

10 - Alguns passarinhos já haviam me soprado que outra das razões para a rejeição dos meus trabalhos é que eu coloco muitas coisas da Bíblia e com isso estou dando mais chances para os crentes que fazem parte das gincanas – fiquei perplexo com tal insinuação!

11 - Essa alegação é idiota e absurda, pelas seguintes razões:

a) Nos meus enigmas existe Teologia, Ciência, Física Química, Psicologia, Arqueologia, Linguística, Geologia, Matemática, Astronomia e uma variedade de conhecimentos de todas as áreas da cultura universal da Humanidade (eu elaborei, pessoalmente, uma Enciclopédia, com 45.000 páginas, com um rico material que merecia um pouco mais de consideração – está liberada ao público a partir do blog www.arquivo7.com.br);

b) Entre os melhores decifradores do meus enigmas, existem evangélicos e católicos, que são pessoas extremamente inteligentes e que, em sua vida colegial já demonstravam isso, independente de suas crenças. Alguém que só conhecesse a Bíblia NÃO teria condições nenhuma de decifrar meus enigmas;

c) E, por último, eu tenho acompanhado a dedicação de certas pessoas na exaustiva missão de decifrar enigmas. Alguns nem dormem direito, são obsessivos, teimosos, persistentes, e possuem uma organização bastante didática. Tenho observado que as equipes que conseguem decifrar os enigmas são sempre aquelas que separam parte dos seus membros exclusivamente para tratar disso - enquanto as outras se preocupam com outras coisas e a maioria dos seus membros não se interessa em colocar a mente para pensar. Simples assim!

12 - Na verdade, boa parte deste texto foi elaborada em janeiro do ano passado (2018), mas aguardei (um ano inteiro) que alguém me aparecesse com alguma justificativa mais decente para o cancelamento do tradicional Enigma Igarapegrandense;

13 – Entretanto, quando começaram os preparativos para a Gincana Igarapegrandense 2019, muitas pessoas começaram a me procurar, querendo saber se haveria o Enigma. Eu sempre respondia que não sabia e pedia que procurassem as respostas com a Comissão Organizadora.

14 – Mas logo após o encerramento da Gincana Igarapegrandense 2019 voltei a ouvir aqui e ali algumas insinuações de que o Enigma havia sido eliminado da brincadeira porque eu tinha o costume de “vazar” as informações para algumas pessoas privilegiadas. Desconfio que essa versão esteja sendo muita divulgada por aí, como “versão oficial”. Por isso, resolvi trazer este texto à tona (com atualizações).

A ironia disso tudo é que, no inicio de 2017 (antes da realização da Gincana Igarapegrandense) eu estava tão empolgado com a cultura dos enigmas (e já tinha até elaborado um novo), que resolvi contar a história dessa tradição em dois capítulos da Enciclopédia Arquivo7 para divulgar pelo mundo (as capas desses capítulos ilustram esta postagem). Aí, no ano seguinte, o Enigma é cancelado. Seria apenas lamentável, se as razões não estivessem tão recheadas de insinuações maldosas. Infelizmente, neste caso, parece ser não apenas lamentável, mas absurdo e covarde.

Eu só quero dizer mais uma coisa aos meus conterrâneos: se querem alegar um motivo para a fobia contra o Enigma Igarapegrandense, ao invés de tentarem macular o meu caráter, culpem a preguiça mental da maioria de vocês.

Abaixo, dois endereços para quem estiver interessado em baixar os capítulos do Arquivo7 sobre a cultura dos enigmas que, há anos, tentamos despertar na juventude igarapegrandense.

http://www.arquivo7.com.br/2017/04/arquivo-7-origem-parte-7.html

http://www.arquivo7.com.br/2017/04/decifra-me-ou-te-devoro.html

"Tornei-me inimigo de vocês por lhes dizer a verdade?"
(Gálatas 4.16)

Moacir Junior – www.arquivo7.com.br – e-mail: morganne777@hotmail.com

sexta-feira, 21 de julho de 2017

“SETES” – OS JOVENS QUE SABIAM DEMAIS

Eles descobriram que é perigoso saber demais;
Eles descobriram que existem verdades que podem matar;
Eles ousaram pesquisar os segredos das sociedades secretas;
Eles despertaram a fúria de inimigos cruéis...
Agora é tarde demais para voltar atrás!
Eles são os “SETES” – OS JOVENS QUE SABIAM DEMAIS

Ninguém é obrigado a ser mau;
Ser bom ou ser mau é uma questão de escolha;
Jesus era a imagem de Deus na Terra...
Mas está chegando alguém que será a imagem de Satanás!
E existem algumas pessoas que já tiveram o desprazer de conhecê-lo pessoalmente!
Entre elas estão alguns dos “SETES” – OS JOVENS QUE SABIAM DEMAIS

Muitas pessoas leram o Apocalipse, o Livro das Revelações;
Muitos o estudaram durante séculos;
Muitos gostariam de entendê-lo...
Mas há uma geração que irá vivê-lo!
E parte dessa geração fez parte dos
“SETES” – OS JOVENS QUE SABIAM DEMAIS

Este romance é uma ficção surpreendente, inspirado numa verdade ainda mais surpreendente.

Para acessá-lo, entre no endereço abaixo, procure o título “00 – Romance Arquivo7 – ‘SETES’ – OS JOVENS QUE SABIAM DEMAIS” e faça o download, no formato PDF.



Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

ENIGMA IGARAPEGRANDENSE 2017

Para vencer o Enigma Igarapegrandense 2017 você só precisa entregar (ou levar) UMA COISA até a equipe organizadora. Mas o que seria essa COISA?

Como existem BILHÕES de possibilidades (pessoas, animais, objetos, etc.), é IMPOSSÍVEL você adivinhar que COISA é essa.

Mas vamos REDUZIR o número de opções para cerca de 33.000.

APRESENTANDO A ENCICLOPÉDIA VIRTUAL ARQUIVO 7

A ENCICLOPÉDIA VIRTUAL ARQUIVO 7 é uma série de estudos conectando a Bíblia a várias áreas do conhecimento humano (Matemática, Física, Química, Astronomia, Geografia, História, Filosofia, Arqueologia, Sociologia, Psicologia, etc.), com ênfase no estudo das PROFECIAS e da MATEMÁTICA BÍBLICA.


A ENCICLOPÉDIA VIRTUAL ARQUIVO 7 possui, atualmente, 257 capítulos e cerca de 33.000 páginas. A COISA que você procura aparece numa das 33.000 páginas dessa Enciclopédia. E agora?

Pra facilitar ainda mais a coisa pra você, vamos indicar O NÚMERO DO CAPÍTULO e a PÁGINA DESSE CAPÍTULO onde aparece a figura da COISA que todo mundo tá procurando.

Só vamos complicar um pouquinho...

O QUE VOCÊ DEVE FAZER PARA DESCOBRIR A IDENTIDADE DA COISA?

1 – Leia o romance “NOSSA AGENTE ESPECIAL SUZY RANI CHRISTIE” e vai descobrir AS PISTAS DE UM GRANDE ENIGMA;
2 – Para saber o que fazer com essas pistas, leia o romance “UM AMOR SOMBRIO EM IGARAPEH GRANDE”;
3 – No final, tudo vai levar a uma palavra-chave, O NOME DA CIDADE onde nossa agente especial Suzy caiu numa armadilha mortal;

4 – Calcule o VALOR do NOME da CIDADE pelo NÚMERO DE ORDEM das letras – e guarde esse número;

5 – Calcule o valor de TODAS as 7 PALAVRAS-CHAVE do enigma e some tudo, gerando um valor único – guarde esse número;

Agora mais atenção ainda!

6 – MULTIPLIQUE o VALOR DO NOME DA CIDADE ENIGMÁTICA pelo número que SIMBOLIZA O HOMEM, na Bíblia; agora ACRESCENTE o NÚMERO total de NAUFRAGOS num NAVIO citado na Bíblia, no NOVO TESTAMENTO. Por último DIVIDA o valor final pelo NÚMERO de VEZES EM QUE O NOME “GOLIAS” APARECE NA BÍBLIA. O resultado é exatamente o NÚMERO DA PÁGINA da ENCICLOPÉDIA, onde se encontra a COISA.

7 – Ainda com muita concentração, faça as operações:

a) Primeiro, pegue o VALOR TOTAL (da soma) DAS 7 PALAVRAS-CHAVE e ELEVE AO QUADRADO. Vamos chamar esse valor de VALOR X;

b) Pegue o MENOR NÚMERO (com exceção do 1) QUE É CUBO E QUADRADO ao mesmo tempo e MULTIPLIQUE pela QUANTIDADE total de letras da PRIMEIRA FRASE da Bíblia (no original hebraico). O produto dessa operação vamos chamar de VALOR Y.

c) SUBTRAIA o VALOR Y do VALOR X e o que restar DIVIDA pela IDADE TOTAL do 3º filho de Adão e Eva, revelado na Bíblia. O resultado final é exatamente O NÚMERO DO CAPÍTULO DA ENCICLOPÉDIA ARQUIVO 7, onde se encontra a misteriosa figura da COISA.

Observações finais:

1 - Os romances e os capítulos da Enciclopédia Arquivo 7 podem ser baixados diretamente neste endereço: http://sdrv.ms/1a28Cw8

2 - Ao clicar no link você acessará a pasta ARQUIVO 7 – EM PDF, contendo todos os capítulos da Enciclopédia Arquivo7. Os romances estão postados na mesma pasta, como “00 – UM AMOR SOMBRIO EM IGARAPEH GRANDE” e “00 – NOSSA AGENTE ESPECIAL SUZY RANI CHRISTIE”.

3 - Você também poderá acessar a ENCICLOPÉDIA a partir do site oficial do Arquivo7:


4 - O ENIGMA vale 50 pontos.

5 - A COISA não está sozinha na imagem da página enigmática, mas é fácil reconhecê-la, sabendo apenas que: ela é conhecida até das crianças. Porém, se você quiser encontrá-la, a praça central da cidade não é um bom lugar – E ISSO NÃO SIGNIFICA QUE ELA, A COISA, NUNCA TENHA APARECIDO POR ALI.

6 - CUIDADO!!! Não tente ADIVINHAR a COISA, pois: a cada resposta ERRADA você PERDERÁ 10 pontos.

7 - Isto significa que, se você tentar adivinhar a resposta 6 vezes, acertando a 6ª vez, ficará com ZERO pontos. Ou seja, NÃO ADIANTOU NADA.


E QUE A CAÇADA PELA COISA COMECE!!!
                                               
* Enigma elaborado por Moacir Junior, especialmente para a GINCANA EM COMEMORAÇÃO AO ANIVERSÁRIO DO MUNICÍPIO DE IGARAPÉ GRANDE – MA, em 20 de janeiro de 2017.

“Abrirei a minha boca numa parábola; proporei ENIGMAS da Antigüidade...” (Salmos 78.2)

“... mas há um Deus no céu, o qual revela os mistérios;...
Ele revela o profundo e o escondido; conhece o que está em trevas, e com ele mora a luz.”
(Daniel 2.28,22)

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

NOSSA AGENTE ESPECIAL SUZY RANI CHRISTIE - EM PDF

Para acessar este romance, em PDF, acesse o endereço abaixo, procure o título 00 – NOSSA AGENTE ESPECIAL SUZY RANI CHRISTIE e faça o download.



Moacir R. S. Junior – morganne777@hotmail.com

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

NOSSA AGENTE ESPECIAL SUZY RANI CHRISTIE - Primeiros três capítulos

TENTE ADIVINHAR OU DEDUZIR A PRÓXIMA CENA

Capítulo 1 - UM CRIME DO QUARTO FECHADO

Roma, março de 2001.

O professor Dr. Charles Tenebaum estava terminando sua palestra para aquele pequeno grupo de sete pessoas. O local era a sala de sua invejável biblioteca. O Dr. Tenebaum era reconhecido internacionalmente por seu profundo conhecimento da cultura da antiga Msopotâmia e regiões vizinhas. Era uma autoridade sempre requisitada quando o tema envolvia aqueles povos do antigo médio oriente: babilônios, persas, hebreus, egípcios, etc.

- Como vocês acabaram de ouvir, meus amigos, os povos antigos, especialmente os semitas, valorizavam muito o significado de um nome. Geralmente nomeavam seus filhos de acordo com algum evento especial. O caso de Matusalém é um exemplo impressionante.

- Eu nunca tinha ouvido falar de algo tão insólito, professor – disse Elizabeth Semara, uma bonita morena na casa dos seus trinta anos, que lecionava História Antiga na Universidade de Oxford. Seus traços fisionômicos denunciavam claramente sua origem de alguma região do Oriente Médio.

- Pois é – respondeu o professor – no nosso encontro da próxima quinzena vocês verão coisas ainda mais impressionantes envolvendo esses fascinantes povos do antigo Médio Oriente.

O encontro a que o professor se referia fazia parte de um curso que tinha começado há cerca de três meses. A cada duas semanas, o professor e mais sete pessoas se reuniam a fim de debaterem sobre a cultura dos antigos povos do Médio Oriente. Muitas pessoas adorariam participar de tal curso, mas as vagas eram limitadas, principalmente porque o evento acontecia dentro da biblioteca, um ambiente muito agradável, porém misterioso e apertado.

Estes eram os sete participantes:

- a professora Elizabeth Semara,
- o professor de Arqueologia, Phillip Seymour,
- o professor de Literatura Oriental, Paulus Polkasa,
- a estudante de Religiões Antigas, Sandra Mahonney
- a estudante de Arqueologia, Suzy Rani Christie;
- o estudante de Literatura Oriental, Ferdinand Maximus
- e a senhora Anita Salazar, uma bela mulher de 40 anos, que estudava História antiga, mas era também a assistente pessoal do Dr. Tenebaum.

- Anita, por favor, acompanhe nossos amigos à sala do banquete. Vou só repassar uns documentos para a senhorita Semara e logo acompanharemos vocês.

- Tudo bem, professor – respondeu Anita prontamente, logo apontando o caminho para os outros participantes.

A “sala do banquete” era um local bem agradável cercado por belas plantas, onde o Dr. Tenebaum, de vez em quando, reunia alguns amigos para um almoço, jantar ou lanches.

Alguns minutos depois Elizabeth Semara também chegou ao local do lanche.

- E o professor? – Perguntou Anita.

- Está vindo – respondeu Elisabeth, sentando-se e apanhando um pedaço de bolo.

Todos estavam descontraídos e satisfeitos. Elizabeth, além de bonita e inteligente, era bastante simpática e sabia como divertir os amigos. Conhecia muitas histórias interessantes e anedotas, principalmente as tradicionais piadas bastantes populares entre os judeus e os árabes.

Enquanto aguardavam a chegada do professor, a movimentação era grande. Alguns saiam de vez em quando (provavelmente iam ao banheiro).

Num dado momento, Suzy Rani, a estudante de Arqueologia aproximou-se de Elizabeth e passaram a conversar sobre as recentes descobertas arqueológicas em Israel. Anita estava próxima delas, porém parecia não se interessar pela conversa, pois estava concentrada em ler algo num tablet.

- Acredito que, nos próximos cinco anos teremos muitas surpresas arqueológicas, pois as novidades nessa área têm aumentado consideravelmente nestes últimos três anos – disse Suzy.

- Eu soube que, em Israel, existe uma grande expectativa sobre a questão do local exato do Templo de Salomão – falou Elizabeth, enquanto procurava se ajeitar na cadeira.

- Sim – respondeu Suzy – essa questão é crucial para que haja a reconstrução do Templo a qualquer momento. Além disso, eu diria que...

Subitamente, um som esquisito, parecendo o disparo de uma arma de fogo, assustou a todos.

- Meu Deus! – Anita levantou-se de um salto e correu, sendo logo seguida pelos outros.

A biblioteca estava fechada. Ao tentar abrir a porta, Anita percebeu que estava trancada.

- Professor! Professor! – Gritou, desesperada.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

UM AMOR SOMBRIO EM IGARAPEH GRANDE - em PDF


Uma história de amor e mistérios, quando, pela primeira vez os "SETES" descobriram que "existem mais mistérios entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia" no dizer de Shakespeare. Uma jornada bizarra ao mundo espiritual onde histórias de amor se confundem com pactos demoníacos e a busca pela juventude eterna.

Ao clicar no link abaixo você acessará a pasta ARQUIVO 7 – EM PDF, contendo todos os capítulos da Enciclopédia Arquivo7. Mas o romance está postado como “00 – Romance Arquivo7 – UM AMOR SOMBRIO EM IGARAPEH GRANDE”.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

ENIGMA IGARAPEGRANDENSE 2016


Uma exótica atmosfera de mistério, suspense, terror e romantismo. Em um certo momento, um personagem diz algo. E a fala dele contém a chave para decifrar o próximo ENIGMA IGARAPEGRANDENSE.

Pois é! O próximo ENIGMA IGARAPEGRANDENSE será baseado no romance “ALMA GÊMEA MATEMÁTICA – Um Amor Além da Imaginação”. Clique no link abaixo e baixe o livro, no formato pdf.

Mais informações em breve!

Ao clicar no link você acessará a pasta ARQUIVO 7 – EM PDF, contendo todos os capítulos da Enciclopédia Arquivo7. Mas o romance está postado como “00 – Romance Arquivo7 – ALMA GÊMEA MATEMÁTICA